A prática do feedback pode ser considerada como uma das principais ferramentas para o gerenciamento de equipes. O feedback pode ser resumido como o processo de repassar ao outro informações sobre seu desempenho, alinhado às expectativas que se espera de sua função. Além disso, estimula o colaborador quanto à sua importância dentro da organização.

feedback

Para o funcionário, principalmente os novatos ou aqueles que estão começando algum trabalho diferente do que estavam acostumados, o feedback serve para minimizar o sentimento de insegurança. O funcionário sabe então que receberá regularmente uma orientação e um retorno sobre o que está indo bem e o que precisa ser ajustado.

Muitas empresas já adotam o feedback como parte da avaliação de desempenho regular, principalmente pensando nos processos de promoções, aumentos salariais e reestruturação de equipes.

Apesar de ser uma prática positiva, a formalidade e a periodicidade muito longa torna o processo pouco efetivo. O colaborador pode ter um comportamento adequado durante todo o ano e só será avaliado pelas ocorrências positivas e negativas mais recentes e que estão na memória dos gestores.

Por isso, é importante criar uma cultura de feedback contínuo em sua empresa. Saiba mais no artigo de hoje!

O feedback contínuo como uma cultura na empresa

A eNPS (Net Promoter Score) é uma metodologia muito utilizada como forma de mensurar o grau de satisfação e lealdade dos funcionários de uma empresa, mas não pode ser a única ferramenta para melhorar a performance e a satisfação da equipe.

Ao invés de uma única medição de eNPS por ano, a organização poderia adotar o feedback contínuo e monitorar o eNPS mensalmente, iniciativa que ajuda a enxergar melhor os ganhos práticos da pesquisa de clima organizacional.

Ao reduzir o período de avaliação dos resultados, os colaboradores passam a se sentir mais motivados para alcançar os objetivos, que passam a ser mais claros e mensuráveis. Quando é transferida a responsabilidade do feedback contínuo para o gestor e o colaborador, torna-se o processo mais natural e informal. Ambos são incentivados a solicitar um feedback sempre que acharem necessário. Inclusive com a possibilidade de o colaborador avaliar o seu gestor.

Um bom feedback ocorre quando existe uma conversa sincera, construtiva e de via dupla. É importante destacar o que foi bom e o que pode ser melhorado. Os colaboradores devem ser incentivados a compartilharem suas aspirações. Os gestores precisam dar direcionamento para que se alcance os objetivos propostos.

Dessa forma, previne-se situações extremas e de risco no clima da empresa. Desentendimentos e ressentimentos, que, ao invés de trazerem estímulos positivos para a equipe, podem acarretar perda de tempo e de dinheiro para a organização.

Como implementar a cultura de feedback contínuo

Vimos que a implantação de uma cultura de feedback contínuo é fundamental para contribuir para o melhor desempenho, a produtividade e motivação dos funcionários. Para ajudá-lo nessa tarefa, listamos algumas dicas de como aumentar a efetividade do feedback no seu negócio. Confira!

Treinamento

Nem sempre um processo desses é visto com naturalidade. Alguns profissionais podem até mesmo não ter maturidade para aceitar uma avaliação de sua performance.

Se a empresa ainda não tem a cultura do feedback, faça treinamentos com colaboradores e lideranças. Simule a aplicação de feedback, para que se torne uma prática mais natural e efetiva. Uma consultoria especializada pode ajudar no assunto.

Defina metas

O colaborador precisa entender o que se espera das tarefas que desempenha no dia a dia. Em um grupo é importante deixar claro quais são as metas globais da empresa, do grupo e também as metas individuais. Demonstre confiança na capacidade de cada colaborador para atingir esses objetivos. Sempre faça um acompanhamento de seu desempenho, dê dicas de aperfeiçoamento e parabenize pelas conquistas obtidas.

Sinceridade

Os feedbacks devem ocorrer próximos de situações boas ou ruins. Lembre-se de fazer uma avaliação sincera e dando pesos iguais aos aspectos positivos e negativos. Deixe claro que as atitudes individuais das pessoas, boas ou ruins, influenciam no clima da equipe ou da organização como um todo.

Feedbacks negativos

Quando são vários pontos negativos a serem melhorados, experimente apontar um tópico por vez. Dê exemplos que ajudem a tangibilizar a questão. Apontar vários pontos negativos de uma só vez pode desmotivar a pessoa.

Coloque-se à disposição para ajudar a montar um plano de ação de melhoria e acompanhe a evolução. Quando o feedback negativo for superado, não esqueça de dar o feedback positivo. Assim, o ciclo do feedback contínuo estará rodando em sua organização.

Sua empresa já adota a cultura de feedback contínuo? Como anda o clima organizacional da sua empresa? Continue acompanhando no nosso blog. Não esqueça de deixar suas dúvidas e opiniões nos comentários!

O que é feedback contínuo?
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *